terça-feira, 29 de março de 2016

O "desembarque" do PMDB do Governo Dilma hoje

Neste dia histórico, unicamente para o partido, após uma reunião-relâmpago de cinco minutos, o PMDB "desembarcou" do Governo Dilma. Após anos de conchavos e cargos e tantas outras coisas, resolveram usar a ética (que ética?) própria do partido, e por uma questão de princípio, deixaram de apoiar o governo. Dizem eles que nenhum parlamentar pode ficar no governo. Falta definir o destino dos seis ministros filiados ao PMDB que ainda fazem parte da administração federal. Mas uma coisa que ninguém comenta: e o vice-presidente Temer? Ele é o presidente do PMDB, e... não vai sair do governo? Se é para todos saírem, pela ética, ele também deveria entregar o seu cargo. Ah, mas aí ele perde a vaga de presidente da República com a possível saída da Dilma. Ou seja, todos são hipócritas! Eles mamaram enquanto puderam; agora querem mamar sozinhos! A oposição que não conseguiu mamar desde que o PT assumiu, agora se une ao PMDB para conseguir uma boquinha nas mamatas. Querem tirar uma pessoa para ficar todo mundo do mesmo jeito fazendo as mesmas coisas.
Resumo da ópera: ridículos... todos! Esta corja também não me representa! Eleições gerais já!!!

Minha Nina partiu!

Há uma semana, em 17 de maio, por volta das 11h da manhã, "A Luz de Minha Casa" se apagou de um modo inesperado. Um dia brinc...