terça-feira, 29 de março de 2016

O "desembarque" do PMDB do Governo Dilma hoje

Neste dia histórico, unicamente para o partido, após uma reunião-relâmpago de cinco minutos, o PMDB "desembarcou" do Governo Dilma. Após anos de conchavos e cargos e tantas outras coisas, resolveram usar a ética (que ética?) própria do partido, e por uma questão de princípio, deixaram de apoiar o governo. Dizem eles que nenhum parlamentar pode ficar no governo. Falta definir o destino dos seis ministros filiados ao PMDB que ainda fazem parte da administração federal. Mas uma coisa que ninguém comenta: e o vice-presidente Temer? Ele é o presidente do PMDB, e... não vai sair do governo? Se é para todos saírem, pela ética, ele também deveria entregar o seu cargo. Ah, mas aí ele perde a vaga de presidente da República com a possível saída da Dilma. Ou seja, todos são hipócritas! Eles mamaram enquanto puderam; agora querem mamar sozinhos! A oposição que não conseguiu mamar desde que o PT assumiu, agora se une ao PMDB para conseguir uma boquinha nas mamatas. Querem tirar uma pessoa para ficar todo mundo do mesmo jeito fazendo as mesmas coisas.
Resumo da ópera: ridículos... todos! Esta corja também não me representa! Eleições gerais já!!!